Responsabilidade Social

PAPEL DA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR NA FORMAÇÃO SOCIAL

Cresce em importância social as ações direcionadas à prevenção no âmbito escolar a fim de evitar que as crianças adquiram sobrepeso. Desta forma, é possível pensar na prevenção secundária, que visa impedir a gravidade crescente da obesidade e reduzir a morbidade entre crianças com sobrepeso e obesidade, considerada uma das causas e variáveis de doenças coronárias, cerebrovasculares, diabetes, cânceres, e, por isso, deve ser objeto de transformação social.

Segundo dados da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), no Brasil, a obesidade infantil aumentou 240% em 20 anos. As crianças e jovens acima do peso no país já equivalem a 30% da população, sendo que 15% delas são consideradas obesas, de acordo com um estudo publicado no International Journal of Pediatric Obesity. . Dessa maneira, estabelecer a prevenção e o tratamento precoce é essencial. Os pais têm papel importante nesse processo de reeducação alimentar das crianças, por isso devem ser conscientizados também da importância de uma alimentação mais balanceada. “Se as crianças e os adolescentes não são educados a se alimentar saudavelmente, é porque os pais também não foram educados.

Confira um Podcast, com dicas para ajudar crianças se alimentarem de forma saudável:

http://soundcloud.com/jonathan-teixeira-2/opcoesdealimentacao